Vita Hábil - Soluções em Reabilitação

Artigo
A+ A-

23/02/2012

Adaptações de baixo custo

Adaptações de baixo custo: uma revisão de literatura da utilização por terapeutas ocupacionais brasileiros

 

A Tecnologia Assistiva é uma ciência ampla e que está relacionada com o planejamento e a concepção de produtos, entre estes as adaptações, que favorecem a execução de atividades das pessoas com deficiência. Em países em desenvolvimento como o Brasil estes produtos são utilizados de forma restrita devido ao alto custo que agregam ao tratamento. Para minimizar esta dificuldade os terapeutas ocupacionais brasileiros têm utilizado, em contexto de intervenção, produtos pré-fabricados e de baixo custo e adaptações confeccionados com material alternativo. Este artigo de revisão de literatura apresenta uma análise dos trabalhos científicos brasileiros escritos por terapeutas ocupacionais no período de 2000 a 2008, sobre a utilização de adaptações de baixo custo. A análise foi realizada sob a perspectiva de oito questionamentos os quais se referem aos materiais utilizados, à eficácia das adaptações, aos aspectos psicossociais, a estética, as propriedades dos materiais, o processo de seleção e prescrição, a confecção e os aspectos socioeconômicos que envolveram a aplicação do dispositivo. Com a elaboração deste trabalho concluiu-se que as adaptações de baixo custo são importantes recursos para favorecer o desempenho da pessoa com deficiência e são criadas e usadas pelos terapeutas ocupacionais brasileiros para equiparar as oportunidades desta população de maneira a contribuir com o bem estar e independência da mesma.A Tecnologia Assistiva é uma ciência ampla e que está relacionada com o planejamento e a concepção de produtos, entre estes as adaptações, que favorecem a execução de atividades das pessoas com deficiência. Em países em desenvolvimento como o Brasil estes produtos são utilizados de forma restrita devido ao alto custo que agregam ao tratamento. Para minimizar esta dificuldade os terapeutas ocupacionais brasileiros têm utilizado, em contexto de intervenção, produtos pré-fabricados e de baixo custo e adaptações confeccionados com material alternativo. Este artigo de revisão de literatura apresenta uma análise dos trabalhos científicos brasileiros escritos por terapeutas ocupacionais no período de 2000 a 2008, sobre a utilização de adaptações de baixo custo. A análise foi realizada sob a perspectiva de oito questionamentos os quais se referem aos materiais utilizados, à eficácia das adaptações, aos aspectos psicossociais, a estética, as propriedades dos materiais, o processo de seleção e prescrição, a confecção e os aspectos socioeconômicos que envolveram a aplicação do dispositivo. Com a elaboração deste trabalho concluiu-se que as adaptações de baixo custo são importantes recursos para favorecer o desempenho da pessoa com deficiência e são criadas e usadas pelos terapeutas ocupacionais brasileiros para equiparar as oportunidades desta população de maneira a contribuir com o bem estar e independência da mesma.

Fonte: Rev.Ter.Ocup.Univ.SP vol.22 no.1 São Paulo,2011
Autor: Paloma Hohmann; Marina Redekop Cassapian
http://www.revistasusp.sibi.usp.br/pdf/rto/v22n1/03.pdf