Vita Hábil - Soluções em Reabilitação

Artigo
A+ A-

17/06/2012

Câncer de Mama

Qualidade de vida em mulheres com câncer da mama

O Câncer da mama causa alterações físicas, sociais e emocionais gerando um grande impacto na vida das mulheres. Esse impacto pode ser mensurado por escalas de qualidade de vida. Neste trabalho, é apresentada uma revisão da literatura sobre como a qualidade de vida é avaliada em mulheres com câncer da mama, quais são os instrumentos disponíveis e a metodologia utilizada para inferi-la. A maioria dos trabalhos analisados são realizados em países de língua inglesa, utilizam metodologia quantitativa e não há consenso sobre qual melhor instrumento para medir a qualidade de vida. Os estudos revelam pior qualidade de vida em mulheres submetidas à mastectomia quando comparadas àquelas submetidas à cirurgia conservadora da mama. Mulheres mais velhas sentem menos o impacto da doença do que mulheres mais jovens. Mulheres submetidas à terapia sistêmica, como quimioterapia, apresentam pior escore de qualidade de vida global, saúde geral, função física e social. Na busca da melhoria da qualidade da assistência a mulheres com câncer da mama, os indicadores de qualidade de vida poderão auxiliar na prática clínica, nortear estratégias de intervenção terapêutica, avaliar sucesso da intervenção após cirurgia e tratamento oncológico, além de criar parâmetros para definição de ações no sentido de promoção de saúde individual ou coletiva.

Fonte: Revista Brasileira de Cancerologia 2006; 52(1): 49
Autor: Makluf ASD, Dias RC, Barra AA