Vita Hábil - Soluções em Reabilitação

Biblioteca da TO
A+ A-

06/04/2011

Grupos de Atividades com pacientes Psicóticos

Os grupos de atividade são um dos recursos mais utilizados em terapia ocupacional. A constituição de grupos e a construção de sua representação interna é um processo complexo para os pacientes psicóticos, devido ao tipo de organização psíquica própria da psicose. Este trabalho descreve e analisa a constituição de um grupo de atividades com pacientes psicóticos e verifica como manejos técnicos de terapia ocupacional interferem na constituição do mesmo. Constatou-se que o grupo apresentou, em diversos momentos não lineares, as seguintes características: (i) funcionou como "caixa de ressonância", sendo que, com o decorrer do trabalho surgiram associações entre temas e atividades desenvolvidas pelos diversos participantes; (ii) constituiu-se como Espaço Potencial, fator este que pôde ser percebido e` inferido em algumas situações, devido ao envolvimento emocional dos participantes quando da realização das atividades; (iii) adquiriu autonomia sendo capaz de funcionar como grupo com pouca intervenção da coordenadora. A partir destes três indicativos concluiu-se que o grupo pôde ser constitui do com sucesso e que manejos técnicos de terapia ocupacional puderam facilitar, este processo. Dentre estes manejos, o trabalho ressalta a importância da realização de atividades em um contexto grupal, dos assinalamentos a respeito das associações entre elementos que surgem nas atividades realizadas neste contexto e o tema da criatividade. O trabalho aborda também as dificuldades encontradas no processo de constituição do grupo, a importância da manutenção do "setting" e do desejo do terapeuta.

Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp
Autor: Viviane Santalúcia Maximino
http://cutter.unicamp.br/document/?code=000115693